Formação em Parceria

As conversas em Círculo podem ser usadas com diferentes propósitos: conversar, promover a compreensão pelas diferenças, curar, reparar danos, apoiar, construir um sentido de comunidade, resolver problemas/conflitos, reintegrar e celebrar. Todos os círculos são formados sob a premissa de que qualquer ser humano deseja estar em conexão com outros seres humanos e que essa conexão é desafiada em situações de conflito. O processo do círculo permite criar um espaço de segurança para a interacção humana e, de preferência, de reconexão.
Num mundo cada vez mais fragmentado e desconectado, as conversas em círculo permitem estabelecer novas ligações entre as pessoas. Quer a nível comunitário, quer a nível familiar, grupal e dentro da comunidade escolar. Os círculos nas escolas podem ser utilizados como forma de prevenção e de resolução face a qualquer situação problemática que exige uma resposta estruturada de grupo e para o grupo. Podem ser utilizados para criar uma identidade de grupo ou de turma, consolidar valores positivos, e construir conexões e ligações onde e entre quem não era possível antes. Barbara Myerhoff diz que quando as pessoas contam histórias em voz alta em grupo, o efeito naqueles que escutam é profundo: “o ouvinte transforma-se”.



ENSINE OS SEUS CLIENTES A “PESCAR” NAS TURBULENTAS ÁGUAS DO CONFLITO

Como conduzir, ensinar e empoderar os seus clientes para que desenvolvam competências para a resolução de conflitos e concretização dos seus objectivos. Que competências e capacidades são mais importantes para a resolução de problemas; como as treinar e transformar em ferramentas que o cliente passará a usar de forma ativa e independente.
O coaching pode ser considerado uma forma intencional e característica de diálogo, projetado e desenhado para oferecer ao "coachee" clareza, aprendizagem, introspecção, consciência da responsabilidade,Liberdade de escolha, ação e concretização de objetivos.
Neste sentido, podemos aplicar ferramentas de coaching em vário para contextos profissionais, como advogados (preparando os clientes para uma negociação difícil); como mediadores (ajudando os mediados a mudar a sua comunicação, a encontrar soluções positivas e eficazes), como professores (ajudando os seus alunos a tornarem-se mais independentes na sua aprendizagem e na resolução de problemas).

WOKSHOP COMO COMUNICO? (RE)APRENDER A OLHAR E A ESCUTAR A PNL NOS CONTEXTOS PROFISSIONAIS

Ciclo de 4 workshops, que poderão ser realizados individualmente, mas que entre si têm uma coerência com o objetivo de proporcionar desenvolvimento pessoal e a aquisição de competências específicas, através da aprendizagem de técnicas e ferramentas da PNL, para a sua aplicação não apenas na vida pessoal, mas também em diferentes contextos profissionais.

Programação Neurolinguística (PNL)
“A diferença que faz a diferença”

“A Comunicação é um enorme guarda-chuva que cobre e afecta tudo o que acontece entre os seres humanos.” - Virginia Satir
O que está para além da nossa linguagem, cmo viajar ao interior de cada um através da utilização dos padrões verbais. O “metamodelo” permite ir mais além e alargar o conteúdo da linguagem verbal e aumentar o nosos mapa para melhor comunicarmos.
Este workshop torna-se assim interessante para quem lida, especialmente, com situações de conflito. Mediadores, psicólogos, educadores, assistentes sociais e para todos aqueles que queiram melhorar a sua comunicação.




Destinado a Medidores de Conflitos e Terapeutas.


Inscrições até ao dia 4 de Fevereiro de 2015 para o email: 


mediare.multiportas@gmail.com


Valor: 40Euros






CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MEDIAÇÃO FAMILIAR - 6ª EDIÇÃO (220 HORAS)


Curso reconhecido pelo Ministério da Justiça

Esta especialização pretende em primeira instância habilitar/capacitar os mediadores familiares para o exercício da sua actividade profissional. Neste sentido serão facultados aos formandos conhecimentos específicos sobre os princípios orientadores da mediação familiar, enquanto método (não judicial) de resolução alternativa de conflitos. Nesta formação pretende-se abordar o fenómeno de negociação e suas vantagens, as etapas do processo de mediação familiar, a conduta e papel do mediador, bem como aspectos éticos e deontológicos desta actividade.




PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS EM CONTEXTO ESCOLAR (B-LEARNING)

Lisboa: 21 de Fevereiro de 2015

Porto: 11 de Outubro (em curso)

Lisboa: 29 de Novembro (em curso)

A Mediação de Conflitos em Contexto Escolar visa lidar com o conflito no ambiente escolar, possibilitando que todos os intervenientes possam desempenhar um papel responsável e activo na resolução dos seus problemas. Neste sentido, a Mediação Escolar implica o envolvimento de todos os elementos da comunidade escolar, desde a direcção da escola, os docentes e o pessoal auxiliar e administrativo, aos estudantes e suas famílias, pela promoção de um espaço relacional que permite a comunicação e cooperação entre todos, mas também a aprendizagem e o crescimento pessoal. Sendo o conflito inevitável e parte integrante da vida escolar, torna-se pertinente desenvolver competências e estratégias de resolução de conflitos que permitam melhorar a comunicação, trabalhar a confiança e prevenir futuros conflitos, com o objectivo de promover a qualidade de vida de todos aqueles que vivem a realidade “escola”. Com esta formação pretende-se sensibilizar os professores e outros agentes educativos para a importância da mediação em contexto escolar, através da promoção de competências básicas de resolução de conflitos junto destes profissionais. Esta formação compreende uma componente prática de desenvolvimento e implementação de programas de mediação de conflitos, na medida em que os participantes deverão criar de forma supervisionada um programa de mediação em contexto escolar nas escolas onde leccionam.




PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS CIVIS E COMERCIAIS

Lisboa (em curso)
O mundo está a mudar. Portugal está a mudar. Uma sociedade que procura o equilíbrio revela a sua maturidade pela qualidade e variedade de soluções para a resolução de conflitos que oferece aos seus cidadãos. As alterações recentes ao Código de Processo Civil, a Nova Lei de Mediação, para os contextos público e privado, os sistemas de Mediação pública nas áreas familiar, penal e laboral, são exemplos concretos de que uma nova profissão é, neste momento, emergente em Portugal.
A celeridade do mundo actual, a exigência do dia a dia, a necessidade de encontrar soluções mais cooperativas e que promovam ganhar valor, tornando o investimento na resolução de problemas mais racional, encontram na mediação de conflitos nas áreas civil e comercial a melhor resposta.

A formação de Mediadores de Conflitos torna-se assim mais premente, quer para os profissionais de direito, que têm de adaptar os seus saberes a uma diferente forma de estar na resolução de conflitos, quer para outros profissionais, que trazem diferentes saberes ao mundo do direito e alargam o seu mundo proporcionando novas e diferentes opções mais próximas da vontade dos cidadãos e mais adaptadas à sua realidade.
Fazer um Curso de Mediação de Conflitos implica hoje a vontade de abraçar uma nova área profissional, mas também a aquisição de novas competências adaptáveis e urgentes às mais diferentes áreas profissionais, onde a resolução de conflitos é uma necessidade quotidiana.
Esta formação preenche os requisitos legais para acreditação pelo Ministério da Justiça,  nos termos da Lei  n.º 29/2013, de 19 de Abril e da Portaria n.º 345/2013, de 27 de Novembro, habilitando para o acesso ao concurso  para integração das Listas dos Julgados de Paz  como Mediador de Conflitos e para inscrição na Lista de Mediadores Privados.